Ovos de chocolate foram distribuídos com alunos e funcionários da rede pública de ensino

DSCN1701 DSCN1705 DSCN1708Todos os alunos matriculados na rede municipal de ensino de Riachão, no curimataú da Paraíba, receberam o tradicional ovo de páscoa. A entrega foi realizada nesta terça-feira, 31 de março, pela Prefeitura do município, através das secretarias de Educação e Assistência Social. O Prefeito, Fábio Moura, acompanhou de perto a entrega e testemunhou a alegria dos alunos.

O chefe do executivo municipal informou que os ovos de páscoa foram confeccionados por funcionários da Prefeitura que trabalham no centro de geração e renda. O Prefeito disse que a economia da Gestão é de no mínimo 50%. “Se esses ovos fossem comprados fora do município, nós teríamos um custo dobrado”. Informou. No local também é confeccionado o fardamento escolar.

Além dos estudantes, os funcionários da educação, também receberam o ovo de chocolate.

Durante a distribuição dos ovos, Fábio ainda entregou novos brinquedos para as creches.

Direto do blog

Câmara aprova projeto que dobra a pena para estelionato contra idoso

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira (30) o Projeto de Lei 6920/10, do deputado Márcio Marinho (PRB-BA), que dobra a pena de reclusão para estelionato, atualmente de um a cinco anos, se o crime for cometido contra pessoa com idade igual ou superior a 60 anos.

O projeto será analisado ainda pelo Senado.

O texto aprovado é um substitutivo do deputado Danilo Forte (PMDB-CE), apresentado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Combate a golpes
Segundo o autor do projeto, cresce o número de golpes cometidos contra idosos com o intuito de retirar dinheiro deles. Ele cita exemplo de uma quadrilha que induzia os idosos a crer que tinham dinheiro para receber do Fundo 157, um fundo de ações que foi criado pelo governo militar no final dos anos 1960.

“O golpe rendia entre R$ 7 mil e R$ 15 mil para a quadrilha. A mudança da pena desestimula esse tipo de crime em que os criminosos se valem da vulnerabilidade da vítima para dela tirar proveito”, afirmou Márcio Marinho.

Com Agência Câmara

Requerimento que solicita construção de um posto de saúde na zona rural é aprovado

DSCN1695DONA INÊS-PB. De autoria da Vereadora Rosilene Ferreira de Lima, “Rosinha”, o Requerimento de Nº 009/2015, que solicita a construção de um posto de saúde âncora para o sítio Caiçara no município, foi aprovado por unanimidade. A aprovação aconteceu na noite desta segunda-feira, 30 de março, durante sessão ordinária.

A Vereadora disse que é extremamente necessário a construção desse equipamento, “já que os moradores da localidade precisam se deslocar até cozinha, uma localidade distante, para terem atendimento médico”. O Vereador Damásio Berto disse que há muitas pessoas idosas e até gestantes, que têm dificuldades para buscarem o atendimento em Cozinha.

O Vereador Edmilson disse que também tem buscado sensibilizar o Poder Executivo para a construção de um posto âncora na localidade de Oiticica, principal local de atuação do Vereador.

Matérias apresentadas

Ainda durante a sessão foi apresentado o Projeto de Lei de Nº 013/2015, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a celebração de convênio para a transparência de recursos para a Associação para o Desenvolvimento Sustentável e Proteção Ambiental, destinado ao funcionamento da unidade beneficiamento de castanha de caju. Do Poder Legislativo, foram apresentados, o Projeto de Lei de Nº 014/2015 de autoria da Vereadora Rosilene Ferreira de Lima, que denomina de Rua Josué Lucas de Araújo Neto a Rua projetada C no Loteamento Brisa da Serra, e o Projeto de Lei de Nº 015/2015, de autoria do Vereador Manoel Ferreira de Araújo, que denomina de Praça Deotado Teixeira Muniz, a praça defronte à delegacia de Polícia Civil, no início da Rua Presidente João Pessoa. Ainda foi apresentado o Requerimento de Nº 010/2015 de autoria do Vereador Damásio Berto de Oliveira, que pede da ENERGISA, a retirada da rede de alta tensão da pedreira, localizada no município.

Assessoria

“Ela merecia”, diz homem que levou cabeça da namorada à delegacia em SP

6530viela-namoradaApós matar a namorada de 16 anos, na quinta-feira (26), o ajudante-geral José Ramos dos Santos, de 23 anos, se entregou à Polícia Civil na noite de sábado (28), por volta das 19h. A surpresa dos plantonistas do 1º DP (Sé) foi quando Santos abriu a mochila que carregava e mostrou a cabeça da vítima, que estava grávida de 7 meses.

O ajudante contou ter matado e decapitado a adolescente Shirley Souza após ela confessar uma traição. “Havia saído com um amigo nosso na véspera do Natal e no Ano-Novo”, relatou Santos no 8º DP (Brás) – que atendeu o caso por ter delegado plantonista. O assassino não mostrou arrependimento. “Ela merecia morrer, sim. Mas depois percebi que a família dela não merecia isso”, relatou.

Santos atravessou 30 quilômetros com a cabeça da vítima em sua mochila. Ele saiu do bairro da Pedreira, no extremo sul, e tomou duas linhas de ônibus, por quase 30 quilômetros, até chegar à delegacia da rua da Glória, na Liberdade.

Antes de mostrar a cabeça, Santos contou como havia matado a namorada dois dias antes. Ele havia se encontrado com ela na casa do irmão, na rua Thomas Linley, no Jardim Itapura, região da Pedreira. Os dois estavam tentando reatar, após sucessivas brigas.

Logo, em uma crise de ciúmes, Santos começou a questionar Shirley sobre eventuais traições. “E ela confessou ter saído com o Eduardo. Era um amigo nosso”, contou o assassino. Em seguida disse que a jovem poderia “ficar tranquila”, que nada aconteceria. Enquanto ela estava tomando banho, o ajudante entrou no banheiro e começou a estrangulá-la.

A adolescente desmaiou e, como estava gelada, Santos achou que estava morta. Em seguida foi à cozinha, pegou “uma faca Tramontina branca” e começou a cortar seu pescoço. A cabeça foi guardada em um saco plástico. O resto do corpo foi embrulhado em um edredom e guardado dentro de um armário, ao lado de um botijão de gás.

Na sexta-feira, quase 24 horas após o crime, o irmão de Santos começou a reclamar do mau cheiro na casa. O ajudante então resolveu jogar o corpo em uma viela do bairro. Quando percebeu que os vizinhos tinham achado o cadáver, no sábado à tarde, decidiu ir à polícia e se entregar. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Com UOL

Imagem/Diário SP

“Caiçara contra o tabagismo” foi realizado nesta segunda (30)

NASFO evento realizado pela Secretaria de Saúde de Caiçara, foi realizado na manhã desta segunda-feira, 30 de março, na Fundação Valdemir Miranda. O “Caiçara contra o tabagismo”, reuniu profissionais da saúde do município, fumantes e pessoas da sociedade.

A coordenadora do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), Kátia Félix, lembrou que no último dia 15; foi o dia internacional de combate ao fumo, “e essa data não poderia deixar de ser lembrada.”

Kátia acrescentou que o NASF tem realizado um trabalho com um grupo de fumantes que buscam deixar o cigarro. “O grupo formado em Janeiro/2015, teve duração de três meses. Todos foram acompanhados por vários profissionais; médico, enfermeiro, dentista, nutricionista, assistente social e fonoaudiólogo. Dos 16 que participaram, doze deixaram de fumar, e os demais reduziram drasticamente a quantidade de fumo diário”. Explicou a coordenadora.

O evento desta segunda, que contou com uma palestra onde foram discutidos os riscos que o cigarro oferece, serviu também para marcar o início das atividades com o novo grupo que já conta com 26 pessoas, havendo vagas ainda para mais quatro pessoas.

Para formar o grupo, existe uma busca ativa, “mas a regra geral para entrar no grupo é querer parar de fumar”, disse Kátia.

Os interessados em obter informações, devem procurar o NASF na cidade de Caiçara, em frente à Prefeitura.

Assessoria