Vereadores e Prefeitos do Curimataú participaram de Audiência Pública onde foi discutido soluções para a falta de água

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERADONA INÊS-PB. A falta de água em cidades do Curimataú paraibano e as dificuldades para garantir o abastecimento à população foram o tema de uma audiência pública realizada na noite desta sexta-feira, 12 de setembro, na Câmara Municipal de Dona Inês. Proposta pelo Vereador Donainesense, Demétrio Ferreira, a audiência pública contou com a participação de Vereadores e Prefeitos dos municípios de Araruna, Tacima, Riachão e Dona Inês. Um grande número de populares ocupou os espaços da Casa Legislativa.

O Prefeito de Dona Inês, Antônio Justino, frisou que o município vem sofrendo há mais de 2 anos com a falta de água. “São mais de 15 Ruas em que a água não chega há mais 2 anos”. Informou, acrescentado que o município é o maior prejudicado com a falta de água nas torneiras, pois é o último do sistema. “Temos um caminhão pipa, mas não temos onde pegar a água. Hoje precisamos ir buscar em Pirpirituba, criando gastos elevados.” Comentou. O Chefe do executivo de Dona Inês sugeriu que a CAGEPA liberasse a água da caixa local, para que através do carro pipa, fosse feito a distribuição do líquido precioso para a população. Durante a sua fala Justino denunciou a venda de água pela CAGEPA local. Denúncia que foi ratificada pela Vereadora Rozinha, que já comentou o assunto na Tribuna da Casa e em emissoras de rádios da região. O Vereador Neco de Lolô confirmou a denúncia, dizendo que contratou um carro pipa para pegar água da CAGEPA local, para sua residência. Sobre isso, o Coordenador da CAGEPA de Solânea, Valdeci, que participou da audiência, representando o Presidente, Deusdete Queiroga, disse que a empresa não admite esse tipo de manobra na distribuição de água e que em hipótese algum pipeiro que não esteja conveniado com instituições públicas, pode retirar água dos reservatórios pertencentes à CAGEPA. O Chefe do escritório local esteve na audiência, mas não se pronunciou.

O Prefeito de Riachão, Fábio Moura, destacou que a situação do seu município é extremamente complicada, que entende, em parte, a situação da CAGEPA, sabendo que não há condições de oferecer água porque não há o suficiente nos reservatórios, mas que o Governo do Estado tem fechado os olhos para essa situação. “Até agora não há indicativo de ajuda por parte do Governo, que no início do ano retirou os carros pipas que davam apoio”. Comentou, informando que para garantir água para a população da zona urbana, tem sido necessário ir buscar água em Brejinho-RN, há cerca de 60 km, com um consumo de 200 litros de combustível por dia. Ressaltou que seu município não comporta a demanda de água. “Temos amenizado a situação na medida do possível. O governo tem dinheiro para tudo, e não tem dinheiro para o principal, que é a água?”. Pediu por último que o Governo do estado tomasse providências, urgentes.

O Prefeito de Tacima, Erivan Bezerra, frisou que a situação de Tacima é semelhante a dos demais municípios. Disse que o abastecimento está sendo feito por carro pipa que vai pegar água em Brejinho-RN. “Colocamos um chafariz na cidade para ajudar no abastecimento que é feito por carro pipa que pega essa água em Brejinho, mas ainda não é o suficiente. Temos um gasto mensal em média de 16 mil reais com o abastecimento”. Informou. “Se não fosse os poços perfurados a situação estaria ainda pior.” Concluiu.

Os Prefeitos pediram para que a caixa de água da CAGEPA em Araruna pudesse disponibilizar o abastecimento, via carro pipa, para os municípios vizinhos.

Valdeci disse que a CAGEPA estava ciente de que os municípios pegavam água nas caixas de água, dos escritórios locais. Disse que a intenção da empresa não é fazer a população sofrer e que esta, não está satisfeita com a situação. Disse também que apresentará um relatório da audiência e que levará a sugestão para que as cidades circunvizinhas peguem agua em Araruna, já que hoje a situação do reservatório melhorou. Garantiu que o abastecimento de água será ligado para Dona Inês, Riachão e Tacima, neste sábado (13) e ficará por 48 horas. Informou que a dificuldade no abastecimento se dá em virtude da grande demanda. “Canafístula abastece cerca de 100 mil habitantes. É uma grande demanda.” Disse.

O Vereador Presidente da Casa, Demétrio Ferreira, disse que 70% da população de Dona Inês, mora na parte alta, por isso dois dias de distribuição de água, não será o suficiente para atender toda a cidade. Lembrou que vários loteamentos na cidade não têm a rede distribuição e acrescentou que a falta de água na cidade, dificulta a chegada de empresas e investimentos na cidade, prejudicando o desenvolvimento local.

Assessoria

Vereadores de Dona Inês realizarão audiência pública para debater questão do abastecimento de água na região

DONA INÊS-PB. A propositura foi do Presidente da Casa Legislativa de Dona Inês, Vereador Demétrio Ferreira. A audiência Pública será realizada na noite desta sexta-feira, 12 de setembro, no plenário da casa legislativa. Prefeitos, Vereadores e outras autoridades dos municípios de Araruna, Tacima e Riachão, foram convidados.

“A ideia é debater medidas para enfrentar os efeitos da estiagem e o colapso no abastecimento de água na Zona Urbana dessas cidades.” Informou Demétrio que disse ainda que a população, não só de Dona Inês, mas de toda região deve comparecer para participar do debate.

Foram convidados, também, O Presidente da CAGEPA, os Promotores de Justiça das comarcas de Araruna e de Belém, representantes da Defesa Civil do Estado e  o Secretário Estadual de Infraestrutura. O Prefeito de Dona Inês, Antônio Justino, já confirmou sua presença.

Com Assessoria

Assassino do professor Carlos Magno é preso em São Paulo

Delegado Inácio RodriguesO delegado Inácio Rodrigues, de Pau dos Ferros-RN, localizou e prendeu o principal acusado de matar o professor universitário Carlos Magno Viana Fonseca, em 2011, no Alto Oeste Potiguar. Com o apoio da Polícia Civil de São Paulo, Francisco Rafael Leite Mendes – já condenado pelo latrocínio e ocultação de cadáver a 26 anos, 9 meses e 15 dias de reclusão – foi preso, na última segunda-feira (8), enquanto caminhava por uma rua do município de Peruíbe, no interior de SP. O crime também foi investigado pelo mesmo delegado e solucionado em detalhes.

Além de Rafael Leite, participaram do crime Elias Rodrigues Nunes e Ivan Bueno Junior, que à época do crime era menor. O trio planejava assaltar um comerciante da cidade de Encanto, mas não conseguiu, uma vez que este não fez o percurso habitual entre Coronel João Pessoa e sua cidade. Neste trecho, os assaltantes encontraram o professor Carlos Magno, simularam um acidente e anunciaram o assalto. Roubaram celular, dinheiro e objetos eletrônicos, atiraram na cabeça do professor e atearam fogo no veículo com o corpo dentro.

Após investigação, o delegado Inácio Rodrigues prendeu os três suspeitos. O menor foi encaminhado para Justiça aplicar a pena de medida socioeducativa e os dois maiores para o presídio, onde iriam aguardar a sentença judicial. Entretanto, antes que isso pudesse acontecer, Rafael Leite fugiu do CDP de Pau dos Ferros.

O delegado Inácio Rodrigues agora aguarda transferência de Rafael Leite para um presídio do Rio Grande do Norte. O vídeo da prisão realizada em São Paulo pode ser acessado no Blog do JP: http://www.blogdojp.com.br/9869

Com Assessoria

O REBELDE – Vereador de Tacima não acompanha indicação do Prefeito para Deputados Estadual e Federal

O Vereador do município de Tacima, Daniel Bezerra, tem tido um comportamento rebelde, alguns podem dizer independente. Como queiram.

O Detalhe é que, diferente dos demais Vereadores que acompanham o projeto do Prefeito Erivan Bezerra para essas eleições, Daniel que é irmão do Chefe do Executivo Tacimense, segue outra ideologia política. É que ele apoia candidaturas à Deputado Estadual e Deputado Federal, que divergem da indicação do Prefeito.

No município isso não é novidade. O lance é que com esse comportamento – rebelde ou independente – o Vereador Daniel vai construindo sua base e buscando se fortalecer de forma independente. Seria pensando nas eleições municipais futuras? Perguntar não ofende.

É que geralmente, o político pega a soma dos votos obtidos pelo candidato apoiado em seu município, para medir sua força política. Será?

Direto do Blog.

RIACHÃO-PB. Município realiza o tradicional Desfile Cívico

IMG_3192 IMG_3234 IMG_3242A Prefeitura de Riachão, através da Secretaria Municipal de Educação, realizou no final da tarde desta segunda-feira, 08 de setembro, o tradicional Desfile Cívico. O evento que trouxe este ano o tema; “Brasil, País de todos os povos”, contou com a participação de todas as Escolas do Município, cada uma defendendo uma temática.

A ideia foi mostrar a diversidade cultural do Brasil, através dos povos que deram origem a nossa gente.” Disse Professora Ivania, uma das organizadoras do Desfile.

Um diferencial no evento é que os participantes usaram peças de roupas confeccionadas no próprio município, através do Centro de Geração de Renda, onde funciona a casa da costura.

O Prefeito Fábio Moura que prestigiou o evento, disse ter ficado feliz por ver tanta gente, mesmo em dia de chuva, participando do Desfile. “Isso mostra a força que tem este evento em nosso município.” Frisou.

Assessoria